Sobre o LISA

O Laboratório de Imagem e Som em Antropologia, inaugurado em 1991, é um centro de pesquisa e formação ligado ao Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Oferece infraestrutura e apoio técnico para estudantes, professores e pesquisadores do DA interessados em produzir ou pesquisar imagens e sons nos contextos que pesquisam. Seu acervo, disponível para consulta, conta com 1.800 filmes, 12.000 imagens, 760 horas de registros sonoros, além livros, teses e catálogos.

Acervo, produção e espaço físico

O acervo do LISA, composto por filmes, imagens e registros sonoros pode ser consultado em nosso banco de dados.
Os filmes etnográficos produzidos pelo LISA podem ser assistidos aqui
Mais informações sobre infraestrutura e funcionamento do LISA podem ser acessadas aqui

Conheça a produção do LISA

Edson Tosta Matarezio Filho

O que Lévi-Strauss deve aos ameríndios? Por meio de entrevistas com alguns dos maiores especialistas na obra do mestre francês – alguns deles, inclusive, ex-alunos seus – este filme mostra como muitos dos conceitos fundamentais do estruturalismo lévi-straussiano tem suas raízes no mundo ameríndio, tanto quanto no pensamento ocidental. Menos do que cobrar uma dívida, trata-se de uma homenagem ao maior antropólogo de todos os tempos. Ao mesmo tempo em que, pela primeira vez, um antropólogo “desantropocentricizou” a antropologia, nos mostrou princípios éticos de pessoas que são compostas de suas relações com o mundo. Lévi-Strauss foi quem melhor revelou a sofisticação do “pensamento selvagem”, colocando-o para dialogar com a mais elaborada filosofia e ciências ocidentais.